Blog

TRANSFORMAR CEMITÉRIOS EM BOSQUES: UMA NOVA TENDÊNCIA NO BRASIL E NO MUNDO

Categoria Sem categoria

1272 visualizações

TRANSFORMAR CEMITÉRIOS EM BOSQUES: UMA NOVA TENDÊNCIA NO BRASIL E NO MUNDO

Já faz algum tempo que os cemitérios têm sido projetados para se apresentarem mais humanizados. Ao contrário de cemitérios mais antigos, as novas construções  têm substituido os elementos  fúnebres e frios, como os mausuleos, por elementos mais acolhedores e naturais com gramados e jardins.

A empresa BioParque, tem a  intenção de transformar cemitérios em bosques, favorecendo a conservação ambiental e recuperação de ambientes naturais, ao mesmo tempo em que oferece um ambiente e serviços que acolhem às famílias enlutadas, agregando um componente de leveza e conforto à seus processos de luto.

O BioParque está sediado em Belo Horizonte na região Centro Sul no bairro Sion e no município de Nova Lima, na rodovia MG30. Tem uma proposta inovadora de de destinar as cinzas resultantes da cremação humana e, ao mesmo tempo, de resgatar e eternizar as histórias e memórias dosentes  queridos falecidos.

De forma inovadora, possibilita o resgate de histótrias e memórias das pessoas  falecidas, disponibilizando uma plataforma digital para que as famílias elaborem, coletivamente, um livro memorial.

O BioParque, social, ético e ecológico por natureza,   promove e possibilita  o plantio de 7 espécies selecionadas de árvores nativas. São elas:

  1. Ipê-Amarelo: de grande valor ornamental, o Ipê Amarelo com flores exuberantes é a  árvore mais conhecida e cultivada no Brasil. Ocorrem   ambientes de florestas e cerrado.
  2. Pau-Brasil:é uma árvore de madeira nobre, copa densa com folhas verdes brilhantes e flores perfumadas cujo porte e beleza lhe conferem ótima vocação paisagística.
  3. Acácia Amarela: essa árvore, conhecida popularmente como chuva-de -ouro,  tem diversas variedades espalhadas por todos os continentes. Tem   porte médio e, por ter  longos cachos de flores amarelas, é muito usada para fins paisagísticos.
  4. Jacarandá: com lindas flores em cachos de tons entre lilás e azul que cobrem por completo a árvore em sua época de floração encanta a todos.
  5. Quaresmeira: essa árvore com flores exuberantes de tons entre rosa, lilas e roxo, floresce duas vezes ao ano e desempenha importante papel ecológico na reconstrução de áreas degradadas.
  6. Sibipiruna: é uma árvore muito ornamental de porte muito elegante e flores vistosas.  Estaárvore está entre as orimeiras espécies a surgir em áreas degradadas, sendo muito usada em reflorestamentos.
  7. Jequitibá: conhecido cmo o gigante da floresta, é a maior, mais nobre e mais longeva das ávores da Mata Atlântica.

Em cerimônias de homenagens, personalizadas e cuidadosamente preparadas, as a espécies arbóreas serão plantadas à partir de suas sementes. Esse plantio  é feito em urnas ecologicas biodegradáveis, desenvolvidas na Espanha que foram reestruturadas  pelo BioParque em parceria com a Universidade Federal de Viçosa. É, também, nessas urnas que serão acomodadas as cinzas da cremação que, ao londo do ciclo de vida das plantas  vão se incorporar á sua estrutura.

Essas espécies arbóreas, inicialmente cultivadas em viveiros tecnológicos, são monitoradas continuamente por profissionais qualificados e, posteriormente, qundo atingirem condições ideais, são transferidas  para o Parque Memorial em Nova Lima.  Essas espécies, ali se desenvolvem,  se tornam adultas e passam a abrigar várias espécies animais, em espéciel, espéceis diversas de pássaros.  Dessa forma, as arvóres  integradas ao ambiente representam um marco memorial das pessoas que, simboliza a energia a vida e renovação, alentando a alma dos  enlutados.

O Parque, ocupa uma área de 150 hectares e é  margeado em uma de suas faces pelo Rio das Velhas e, nas demais faces, por montanhas que adornam todo o ambiente.  Coberto por vegetação típica de Cerrado e apresentando bolsões de Mata Atlantica, o Parque Memorial Bioparque, abriga espécies animais típicas desses ecosistemas. Parte deste ambiente, já antropizado, está sendo recuperado pelo Bioparque que tem promovido o plantio de espécies naturais da região, com a supervisão de profissionais qualificados e  com a parceria do Instituto Estadual de Floresta que  fornece as mudas adequadas à recuperação desse ambiente.

A morte, talvez seja um dos maiores tabus que cultivamos. Particularmente em nosso mundo ocidental, esse é um assunto evitado a todo custo.

Por outro lado, existem aqueles mais desapegados e que têm uma capacidade de   admitir a propria finitude,  com mais tranquilidade. Era de se esperar que assim fosse para todos nós. Poré, sabemos que essa não é a realidade.

Planejar e fazer escolhas sobre os tramites referentes a própria morte pode facilitar bastante a vida dos familiares nos momentos difíeis de perda e dor. Como você encara esta questão? O Bioparque pode ajudar você a se programar nesse sentido.

Faça contato: (31) 30187000 – www.bioparquebrasil.com.br

Deixe o Bioparque a natureza e a vida surpreenderem você!

 

Compartilhe este conteúdo!
Leia também