Blog

Luto e Festas de Fim de Ano: como lidar com esta questão de forma salutar

Categoria Celebração Luto

784 visualizações

Luto e Festas de Fim de Ano: como lidar com esta questão de forma salutar

O Natal e o Ano Novo são ocasiões que mobilizam intensamente nossas emoções e, consequentemente, nos tornam mais sensíveis. Assim, para as pessoas que estão vivenciando o luto, este momento pode se tornar especialmente difícil.

Nesse contexto, acolher e compreender essas emoções e, na medida do possível, reorganizar-se para vivenciá-las é um passo importante na elaboração do luto. A Dra. Simone Siqueira, psicóloga e especialista em luto, traz uma rica reflexão sobre o tema, que com certeza irá contribuir para confortar as famílias enlutadas:

“Para a maioria das pessoas, as festas de Final de Ano podem significar celebração, esperança, planos e sonhos. Mas quem está vivendo o processo do luto, independente da perda da pessoa amada ser recente ou não, o clima de festa pode não ter esse significado.

Na verdade, a proximidade dessas datas pode trazer um turbilhão de emoções, cutucar a dor, ampliar a saudade.

É possível que o único desejo seja pular esse período ou encontrar uma alternativa para evitar essas datas, mas isso não é possível. É inevitável “sentir” que as festas estão se aproximando: mensagens nas redes sociais, as recordações no Google Fotos, Facebook ou celular, enfeites, músicas.

E novamente a realidade da falta física de quem se ama se impõe e o pensamento pode ser: Como sobreviver a esse período de festas?

Assim como o luto é individual, cada pessoa enfrentará esse período de uma forma. Não existe um manual a ser seguido.

Permita-se ficar triste, acolha seus sentimentos e pensamentos.

Reconheça que a dor pode dominar o seu ser, mesmo que a alegria esteja presente no ambiente.

Permita-se negar convites que não façam sentido para você ou sua família.

Permita-se recordar do seu ente querido e de trocar lembranças com outras pessoas.

Crie um momento para se acolher e relembrar o seu ente querido.

Permita-se estabelecer novos rituais ou seguir a tradição da família: fazer o prato preferido do ente querido, fazer tudo diferente ou não fazer nada.

Sair para um restaurante, viajar, ficar em casa.

Respeite-se. Não se sinta pressionado em demonstrar uma alegria que não esteja sentido, porém se a vontade de rir, brincar, cantar aparecer, não se culpe. No luto, também podemos ter momentos felizes e leves.

O ponto principal é respeitar e entender o que é melhor para si. A dor existe, a falta é insuportável, mas só você decide como enfrentará esses dias. E isso já é muito!”

(Fonte: instagram @psi_simonesiqueira)

O BioParque deseja a todos um Feliz Natal e um Ano Novo repletos de luz, amor e esperança!

Compartilhe este conteúdo!
Leia também